logotipo da gestão participativa do SUS imagem menu

Conselho Nacional de Saúde Lança projeto em defesa do SUS

O Conselho Nacional de Saúde (CNS) iniciará um projeto de educação permanente para a capacitação de conselheiros municipais e representantes de movimentos sociais na área de saúde. A ideia é qualificar 5 mil pessoas para transformá-las em multiplicadoras do conteúdo, em níveis regionais, em defesa do Sistema Único de Saúde.

Data de publicação: 12/03/2017 21:31

Imagem da noticia Conselho Nacional de Saúde Lança projeto em defesa do SUS

O Conselho Nacional de Saúde (CNS) iniciará um projeto de educação permanente para a capacitação de conselheiros municipais e representantes de movimentos sociais na área de saúde. A ideia é qualificar 5 mil pessoas para transformá-las em multiplicadoras do conteúdo, em níveis regionais, em defesa do Sistema Único de Saúde.

A iniciativa faz parte do Planejamento Estratégico do CNS, para o período 2016/2019, com base nas diretrizes do Plano Nacional de Saúde (PNS). A metodologia e o conteúdo do curso foram discutidos durante o seminário realizado, nos dias 2 e 3 de fevereiro, com os integrantes da Comissão de Educação Permanente para o Controle Social (CIEPCSS) do Conselho.

O projeto Formação de Formadores e Multiplicadores para o Controle Social será oferecido em parceria com o Centro de Educação e Assessoramento Popular (CEAP). A primeira fase inclui a realização de cinco oficinas, em todas as regiões do país, até maio de 2017, para 400 participantes. Após a realização dessa etapa inicial, serão oferecidas 63 oficinas, com dois dias de duração cada. O projeto completo terá duração total de 17 meses.
O curso será dividido em quatro eixos, sendo: Desenvolvimento/Democracia, Sistema Único de Saúde (SUS), Participação e Controle Social, Processo de Multiplicação.

Para a coordenadora da CIEPCSS, Sueli Barrios, é fundamental atualizar as discussões sobre princípios e diretrizes em defesa do SUS e aperfeiçoar a política de educação permanente do controle social, reafirmando o caráter deliberativo dos conselhos de saúde para o fortalecimento do sistema.

“Nosso desafio é enorme. Essa é uma estratégia importante para garantirmos o que já conquistamos e os avanços que precisamos obter no movimento da saúde”, avalia Sueli. “Estamos vivendo um momento bastante frágil, com sérias ameaças para desmonte do Sistema Único de Saúde. É necessário estarmos cada vez mais preparados para fazer esse enfrentamento”.

A próxima reunião da CIEPCSS será nos dias 30 e 31 de maio, para avaliar a primeira etapa e organizar as demais oficinas de capacitação.

Imagem

Leia mais sobre